09

Betinho, mais conhecido como Beto Olliegator, foi o primeiro skatista da Posso!, fazendo parte desde 1987 (quando a marca ainda era uma skateshop), permanecendo até seu último dia de vida. Seu apelido foi dado numa brincadeira do pai de Felipe Vital (fundador da Posso!), num campeonato onde disse: “Eles tem o Beto Or Die… nós temos o Beto Olliegator!”, o chamando de réptil por literalmente andar de skate nas paredes com seus característicos wallrides.

 

04

Local de Caçapava e figura carimbada nos eventos de skate durante décadas, Beto colecionou histórias, risadas, amizades e propagou a união entre pessoas de todas as gerações e estilos por onde passou. Dentre essas diversas histórias, nos anos 90 descobriu a possibilidade de andar de skate na piscina semiolímpica do Clube Recreativo Jequitibá quando a viu vazia e fez uma sessão com os amigos no maior estilo Dogtown. Quase vinte anos depois, em 2014, ao saber que a piscina havia sido esvaziada novamente, fez mais uma sessão e convidou mais amigos, inclusive o velho companheiro de Posso! Otavio Neto, que chamou mais gente e resultou na primeira edição do Big Pool Day, que depois de mais três edições se tornou um dos maiores eventos de skate que o Brasil já teve em todos os tempos.

Devido a seu carisma e irmandade de muitos anos, em 2016 a Posso! lançou uma surpresa para Olliegator, seu primeiro model de shape com uma ilustração de um jacaré humanoide.

Agora em 2019, a Posso! completa 30 anos que foi estabelecida e preparou a coleção comemorativa #TrintaFuckingYears, onde o skatista réptil volta a ser homenageado com um shape e uma camiseta com ilustração do Estúdio Miopia numa reinterpretação do icônico Winged Ripper da Powell Peralta, a releitura de um clássico de skateboard mundial para o tributo de uma lenda do skateboard regional!

Em 28 de agosto de 2019, Beto Olliegator se despediu por complicações da sua insuficiência renal que tratou durante 20 anos lutando pela sobrevivência, deixando para nós um legado de humildade, amizade, resiliência, amor pelo skate e a lição de que vale a pena viver ao máximo, pois viveu com intensidade sabendo que cada dia poderia ser o último.

Nós da Rema Boardhouse, agradecemos a importância dos skatistas raiz que fazem acontecer e fazem a diferença na caminhada de cada individuo. Obrigado Betinho pelo seu legado!
Confira galeria de fotos de ícone do skateboard! Máximo Respeito

BETO OLLIEGATOR

Category: Sem categoria